JoomlaTemplates.me by BlueHost Reviews

ee           cao            ur            cmr          cfp            sad            cep

A Autorrepresentação

Publicado em segunda, 04 dezembro 2017, 10:12

 PNAR1

Constituída em 2016, a Plataforma Nacional de Autorrepresentantes – PNAR, é composta por 17 grupos de autorrepresentantes e um autorrepresentante em nome individual, num total de 277 pessoas, provenientes de vários locais de Portugal.
 
No dia 17 de novembro realizou-se a 3ª Assembleia Geral desta Plataforma, na CERCIESPINHO. O Grupo de Autorrepresentantes do CECD participou por videoconferência, colaborando na discussão dos vários assuntos abordados. Estiveram neste encontro 8 membros coletivos da PNAR e um membro individual, e outros 4 membros fizeram-se representar.
 
Ao longo da sessão foram apresentadas as iniciativas realizadas em 2017 e as dificuldades encontradas, sendo a falta de comunicação a maior de todas elas. O Plano de Atividades para 2018 foi aprovado e os participantes contribuíram com ideias sobre como trabalhar no futuro, para tornar a Plataforma mais forte.
 
O 1º Encontro Nacional da PNAR decorreu dia 12 de dezembro e contou com 77 participantes. Subordinado ao tema "PENSAR SOBRE UM DIA PERFEITO", com vista a maior auto e hétero conhecimento, os autorrepresentastes falaram sobre o que para eles seria um dia perfeito, quem querem ao pé deles, sobre o que seria para eles um dia perfeito, o que pode ajudar, mas também o que pode “estragar” esse dia.
 
PNAR3  PNAR4  PNAR5
 
A Raquel Lourenço e o Cláudio Pinho representaram o CECD com uma apresentação sobre a experiência de vida da Raquel. 
 
 
1 900x450
 
O que é a autorrepresentação? 
 
A autorrepresentação (ou o ato de ser autorrepresentante) é “o processo pelo qual as pessoas com deficiência ganham poder, através da aquisição de competências adequadas e do suporte de pessoas de apoio. A autorrepresentação capacita as pessoas com deficiência para se representarem a si próprias, para que possam escolher e controlar as próprias vidas”.
 
O perfil do Autorrepresentante
 
- Demonstra vontade explícita de participar no grupo;
- Evidência iniciativa para a tomada de decisão;
- Demonstra capacidade para fazer as suas escolhas;
- Revela ter consciência das suas próprias necessidades;
- Revela empatia pelas necessidades dos pares;
- Respeita a opinião do outro;
- Demonstra sentido de pertença à Organização.
 
Algumas dicas para ajudar alguém com deficiência intelectual a reforçar o seu poder de autorrepresentação:
 
- Pergunte-lhes quais as suas opiniões e o que elas querem;
- Aprenda a ouvir as pessoas com deficiência intelectual;
- Forneça informação adequada e oportunidades para expressão;
- Não superproteja;
- Providencie formação necessária;
- Ajude a aumentar a autoestima;
- Assegure contactos com modelos de conduta positivos;
- Apoie os grupos de autorrepresentação.
 
Visitas: 317