ee           cao            ur            cmr          cfp            sad            cep

fala

A TERAPIA DA FALA

É desde o primeiro dia de vida que começamos a aprender a comunicar, a falar e a escrever” (Shonkoff & Phillips, 2000)

É de extrema importância que os pais, educadores e professores estejam atentos às etapas do desenvolvimento e aquisições, bem como, aos mais variados sinais de alerta, ao longo do desenvolvimento e crescimento da criança, para que haja um diagnóstico precoce e uma intervenção atempada e eficaz.

A comunicação, a linguagem e a fala são três conceitos independentes, mas que se ligam e se relacionam. Qualquer alteração que surja, independentemente da idade, deverá ser tida em conta para que o estabelecimento de relações interpessoais/socialização não seja posto em causa.

O QUE É A TERAPIA DA FALA?
“Desenvolvimento de atividades no âmbito da prevenção, avaliação e tratamento das perturbações da comunicação humana, englobando não só todas as funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita mas também outras formas de comunicação não verbal” (Comité Permanente de Ligação dos Terapeutas da Fala da União Europeia – CPLOP, 1997).

FUNÇÕES DO TERAPEUTA DA FALA
Atua no âmbito da prevenção, rastreio, avaliação e diagnóstico, tratamento, intervenção, aconselhamento e acompanhamento de utentes com perturbações de:
- Fala – articulação, fluência, ressonância e voz / respiração;
- Linguagem – compreensão e expressão oral, escrita, gráfica e gestual;
- Deglutição ou funções relacionadas – alimentação;
- Aspetos cognitivos da comunicação – atenção, memória e resolução de problemas.

ÁREAS DE INTERVENÇÃO

tabela1 

QUANDO DEVE RECORRER À TERAPIA DA FALA

tabela2 

Em caso de dúvida, o Terapeuta da Fala é o profissional competente que o pode ajudar a compreender e identificar alguma eventual dificuldade.

A Clínica de Medicina e Reabilitação (CMR) do CECD Mira Sintra presta serviços no concelho de Sintra, não se regendo apenas pelo trabalho em contexto clínico, mas também em meio escolar e familiar. Assim, pretende-se o estabelecimento de laços (terapêuticos e afetivos) de forma a chegar a todos os meios onde a criança/adulto se insere, dando a conhecer o seu trabalho e partilhando estratégias que serão benéficas para todos.

Terapeutas da Fala da CMR: Joana Lopes e Laura Gonçalves

Contacte-nos para o 21 918 85 71 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Visitas: 290